Nanã: Conheça a história da Orixá que viu a concepção do Universo!

Mãe, avó ou Nanã é a figura de uma Orixá que é considerada a memória do povo.

As histórias sobre essa Orixá dizem que ela vivenciou a concepção do Universo, assim como a criação da humanidade e de todas as coisas que existem. Por isso, Nanã é o símbolo da memória de tudo que já foi criado.

Ela também é chamada de Rainha da Lama, pois teve origem como todos os seres humanos. Por toda a sua vivência e experiência de vida, Nanã é uma das mais respeitadas Orixás, sendo assim, também muito temida. Isso porque ela também é encarregada de cuidar do portal que separa a vida e a morte. 

nanã orixá

Orixá Nanã: conheça sua história

Há inúmeras histórias sobre Nanã e muitas curiosidades! Continue a leitura até o final para descobrir muito mais sobre essa Orixá.

Quem é Nanã na Umbanda?

Nana é uma Orixá muito poderosa, respeitada e temida. Ela é responsável por cuidar do portal que separa a vida e a morte, por isso, ela é chamada por alguns de Orixá da morte. Nanã é um dos Orixás mais velhos que existem, pois, ela vivenciou toda a criação do Universo, inclusive dos seres humanos. 

Toda essa experiência faz dessa Orixá, também chamada de mãe ou avó, um Ser de grande respeito e conhecimento. Mas entre suas principais funções está a limpeza da mente dos espíritos que desencarnaram. Após morrer, os espíritos recebem o Trabalho Espiritual de Nanã para que se livrem de todo sofrimento que passaram em sua vida. 

Dessa forma, o espírito pode reencarnar novamente sem que os traços de outras vidas sejam percebidos. A Umbanda acredita, ainda, que quando perdemos a memória ao envelhecermos é por causa desse trabalho exercido pela Orixá. 

A Orixá esteve presente quando a água foi separada da terra e se transformou no barro que deu origem a vida. Foi ela quem viu Oxalá soprar a vida em cada um dos seres humanos criados. Ao ver tudo isso, a Orixá pediu para que todos retornem ao barro após a morte. 

Nanã teve vários filhos, sendo eles: Iroko, Osanyin, Obaluaiê, Oxumaré, Omolu e Ewá. Como ela é a Orixá mais antiga, os demais Orixás a consideram como mãe. 

Em relação ao nome da Orixá, é comum encontrar variações como Nanã Buruku, Nanã Boroucou, Nanã Borodo, Nanamburucum, Anamburucu e Nanã Buru.

Histórias de Nanã

Por ser uma Orixá tão antiga, ela possui diversas histórias curiosas. No entanto, há duas que se destacam bastante e são elas que contaremos a seguir!

O feitiço de Oxalá

Rainha poderosa e com domínio da morte, Nanã era bastante invejada por sua sabedoria. Oxalá era um dos que queria obter esse conhecimento, por isso, casou-se com a Orixá. Como não havia amor nesta relação, Oxalá lançou um feitiço para que a Orixá engravidasse. A gravidez aconteceu, porém, Omulu, filho desse feitiço, nasceu com problemas de pele. Como Nanã era muito vaidosa, acabou abandonando seu filho até que Iemanjá o encontrou e se tornou mãe de Omolu. 

Quando Oxalá descobriu o abandono de Omolu, ele resolveu castigar a Orixá. Por isso, a condenou a ter outros filhos com anomalias. Com isso, a Orixá teve que deixar o território divino.

Oxalá e o culto dos Eguns

A história diz que Nanã invocava Eguns para punir e assustar criminosos. Dessa forma, sabendo desse incrível poder, Oxalá resolveu enfeitiçar a Orixá com uma poção do amor. Após casar-se com ela, Oxalá descobriu vários segredos da Orixá, incluindo como entrar no misterioso Jardim dos Mortos. 

Ao assistir o ritual feito pela Orixá, Oxalá se vestiu de Nanã e ordenou que todos os Eguns tinham que obedecer a Oxalá. Desde então, é Oxalá quem lidera os Eguns e é por isso que o Culto dos Egungun é feito atualmente por homens. 

Sincretismo da Orixá

Símbolo da criação da natureza feminina, Nanã sincretiza a Santa Ana no Catolicismo. Ambas são celebradas no dia 26 de julho e trazem consigo essa memória da criação do mundo. Para quem não sabe, Santa Ana ou Sant’Ana foi a avó de Jesus Cristo. 

nanã mais velha
Nanã sincretiza a Santa Ana no Catolicismo

Filhos de Nanã

Os filhos dessa Orixá se destacam por serem calmos e gentis. Aliás, toda essa calma pode até mesmo irritar algumas pessoas que não compreendem essa capacidade de ser paciente. Geralmente, essas pessoas possuem facilidade em lidar com crianças, tratando elas como uma avó cuida de seus netos. Essas pessoas vivem a vida com bastante paciência, sem se preocupar com o tempo. 

As filhas e filhos dessa Orixá apresentam um grande apego com o passado, por isso, eles não tendem a planejar o próprio futuro. Outra característica interessante sobre essas pessoas, é que elas aparentam ter grande experiência de vida.

Culto à Nanã

As celebrações dessa Orixá ocorrem no dia 26 de julho, sendo que o dia da semana que representa Nanã é a terça-feira. Em suas celebrações, todos usam as cores branco, lilás e anil como uma representação da Orixá, além disso, é claro, de todos os adornos e vestimentas características da mãe dos Orixás. 

Para celebrar essa Orixá, pode se realizar a Oração de Nanã, oferendas, saudações e muito mais. A saudação dessa Orixá é feita da seguinte forma: Saluba Nanã. E para quem procura por orações, veja a seguir um exemplo de como recorrer à mãe dos Orixás:

nanã oração
Oração a Nanã

Já as oferendas a essa Orixá possuem uma grande peculiaridade. Segundo a história,  diz que a Orixá discordou com a decisão tomada pela maioria dos outros Orixás sobre Ogum ser o principal dos Orixás, já que o mesmo manipulava o ferro e ensinou a humanidade a evoluir de tal forma. No entanto, para provar que essa ideia era banal a Orixá torceu o pescoço dos animais que seriam usados para as oferendas a Ogum. 

Dessa forma, iniciou-se o conceito de que as oferendas a essa Orixá não podem ser cortadas com metal.

As comidas preferidas dessa Orixá são: Sarapatel e Pirão com batata roxa. 

Gostou das histórias de Nanã e de conhecer um pouco mais sobre essa Orixá? Então conheça outras histórias aqui no Espaço Recomeçar.

Leia também: O que são Orixás: conheça tudo sobre as poderosas divindades!

Aproveite também para agendar sua Consulta Espiritual

Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não chegou aqui por acaso!

Não saia sem antes falar com a gente.
Pare de sofrer por amor, nós podemos te ajudar!

Você está com sorte hoje
× Como posso te ajudar?
Send this to a friend