Pare de sofrer por amor, nós podemos te ajudar!

Obá: Conheça a grande guerreira dos Orixás

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
obá orixá

Conhecida como a Orixá guerreira, Obá possui uma grande força.

É também chamada de Rainha do Rio Níger, que o principal rio que passa pela África Ocidental, sendo o terceiro mais longo em todo continente africano. 

Dona de uma grande força, essa Orixá é representada sempre com o escudo e espada na mão, expressando sua capacidade de defender tudo aquilo que acredita a qualquer momento. Dessa forma, quando é chamada, a Orixá sempre aparece para ajudar. 

Qualquer pessoa pode orar para ela, mas quem mais recorre à Orixá são as mulheres que precisam de força e proteção. Isso porque a Orixá também é considerada a mãe que acolhe e compreende as dores do coração. 

Quer conhecer mais sobre essa importante Entidade de Luz? Então acompanhe a leitura até o final e descubra tudo sobre Obá

obá orixá
Obá: Orixá guerreira

Quem é Obá?

Filha dos Orixás Oxalá e Iemanjá, Obá é uma Entidade de Luz com grande poder sobre as águas doces revoltas. Guerreira, forte e protetora, a Orixá está sempre em busca do equilíbrio e na luta para defender o que é justo. 

Por isso, ela é também o símbolo da luta pela justiça, já que ela procura pelo equilíbrio e defende os injustiçados. Além dessas características, a Orixá é conhecida por ser a rainha do Rio Níger e por sua força espiritual capaz de defender e lutar por aqueles que a ela recorrem. 

O parentesco de Obá diz muito sobre a Orixá, não é à toa que ela está sempre presente nas águas doces revoltas como pororocas, quedas d’água e outros tipos de quebras fortes de água doce. Dessa forma, sempre que passar por locais deste tipo saiba que a Orixá está ali. Outra característica interessante da Orixá é que ela controla enchentes e o barro, assim como Nanã.

A força física e as batalhas vividas por Obá fizeram da Orixá a representação do poder feminino. Sendo assim, ela é considerada o poder feminino em todos os tipos de lutas, oferecendo ajuda, orientações e caminhos para mulheres que precisam de força.

Histórias da Orixá

As duas principais histórias da Orixá são:

A derrota da Orixá

Obá já levou a melhor em diversas batalhas com outros Orixás, derrotando Exu, Oxalá, Iansã, Oxumaré, Oxossi, Orunmilá e Omolú. No entanto, perdeu para Ogum, que foi muito mais esperto que Obá durante o combate. 

Ogum consultou Ifá pouco antes da luta e recebeu orientação para preparar uma pasta com milho e quiabo. Ifá disse a Ogum que ele deveria colocar esse conteúdo em um canto da arena e isso faria com que ele se tornasse vitorioso. 

Seguindo o que Ifá orientou, a luta começou e Ogum teve a oportunidade de trazer Obá para a massa feita com quiabo e milho. Dessa forma, não é difícil imaginar o que aconteceu, a Orixá caiu e foi derrotada. Então, naquele momento, a Orixá se viu apaixonada por Ogum e acabou se casando com ele. 

Paixão por Xangô

Casada com Ogum, Obá ainda não tinha descoberto seu amor verdadeiro. Foi quando encontrou Xangô que sentiu um amor descontrolado e não teve dúvidas de que seria a primeira esposa de Xangô. Ao lado do Orixá da justiça, Obá se tornou ciumenta e muito possessiva. 

Casado com três esposas, Obá tinha muito ciúmes de Xangô, principalmente do seu relacionamento com Oxum. Foi quando ela perguntou para a Orixá porque Xangô gostava tanto dela, se era Obá que lutava e corria riscos ao lado de Xangô. 

Oxum aproveitou a situação para dizer que fazia um feitiço para prender o marido. O feitiço, segundo Oxum, necessitava de uma oferenda vista como prova de amor. Então, ela disse para Obá que ela deveria cortar a própria orelha para prender Xangô. Esperançosa, Obá não pensou duas vezes e cortou a própria orelha.

Ela serviu a orelha junto ao Amalá para Xangô, que ficou extremamente furioso ao notar o que tinha acontecido. Claro que o feitiço era apenas uma invenção de Oxum, e Obá foi inocente em não perceber que a Orixá tinha as duas orelhas intactas. 

Quem é obá na igreja católica?

Obá é sincretizada na igreja católica pela Santa Joana D’Arc, considerada também uma grande guerreira. Dessa forma, a força com que ambas as mulheres lutam, defendem e ganham suas batalhas é o que as tornam muito parecidas.

Obá na Umbanda e Candomblé

Na Umbanda e no Candomblé Obá representa uma Orixá com características muito distintas. Ela é retratada como uma mulher cheia de vida, energia e força. Entre os Orixás, Obá é bastante temida e quase sempre domina a roda. Isso porque ela é capaz de derrotar qualquer um, desde que a luta seja honesta. 

As principais características de Obá são sua garra e fibra, aspectos desejados por muitas mulheres. Dessa maneira, a Orixá não tem medo algum de arriscar, seguir em frente e mostrar o quanto é poderosa. 

Diferente de outras Orixás, Obá não possui grande beleza física, já que suas habilidades em batalha a deixam menos feminina. No entanto, sua beleza real está na forma como combate as injustiças e age como uma verdadeira guerreira. 

Ela foge completamente do estereótipo de esposa que fica em casa, nem mesmo gosta de dengos ou mimos. Então, para ela, o melhor da vida está nas batalhas e disputas, onde sempre lutou ao lado de Xangô ajudando-o a alcançar diversas vitórias. 

Culto à Orixá

As celebrações à Obá ocorrem no dia 30 de maio, que é a data dedicada ao culto e comemoração da Orixá. Além disso, a Entidade de Luz é celebrada na quarta-feira, sendo esse seu dia da semana. 

Assim, para as celebrações, os devotos usam roupas com cores branco e vermelho, além de adornos e vários elementos que enfeitam as festividades de Obá. 

Já no caso dos que procuram por essa Orixá, é possível recorrer a ela através de diversos artifícios, como por exemplo, em suas celebrações, em Consultas Espirituais, saudando-a e em orações.

Assim, a saudação feita a essa Orixá é a seguinte: “Obá Siré!“, que quer dizer “Rainha Poderosa!“.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre Obá? Veja também a história e as características do culto de outros Orixás aqui no Espaço Recomeçar:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique por dentro de novos posts

Click edit button to change this text. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit

Você não chegou aqui por acaso!

Não saia sem antes falar com a gente.
Pare de sofrer por amor, nós podemos te ajudar!

Você não chegou aqui por acaso!

Não saia sem antes falar com a gente.
Pare de sofrer por amor, nós podemos te ajudar!