Pare de sofrer por amor, nós podemos te ajudar!

Semana Santa e Páscoa e os seus significados para religiões de Matriz Africana

Saiba como as religiões de matriz africana comemoram a Semana Santa e a Páscoa.

A Semana Santa e a Páscoa são duas celebrações tradicionais para Católicos, Evangélicos, Judeus e outros simpatizantes. Mas, então, o que acontece nas religiões de matriz africana? Elas comemoram a Semana Santa e a Páscoa?

Se você tem essa dúvida e quer saber como funciona essas celebrações nas religiões que descendem da África, então, veja a seguir tudo que você precisa saber sobre o assunto. Entenda o significado dessas celebrações, como elas são comemoradas entre as religiões e muito mais. 

páscoa cruz religiões afro
O que é a Páscoa e a Semana Santa?

Significado da Semana Santa

Considerada uma tradição religiosa cristã, a Semana Santa trata-se de um período em que os cristãos celebram a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus. Dessa forma, o início da Semana Santa ocorre no Domingo de Ramos, que representa a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém, e se estende até o Domingo de Páscoa, que representa a ressurreição de Cristo. 

Tradicionalmente, cada dia da Semana Santa possui um significado, sendo eles:

  • Sábado de Lázaro – comemorado apenas no cristianismo oriental. Esse dia é dedicado ao Lázaro
  • Domingo de Ramos – representa a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.
  • Segunda-feira Santa – representa a prisão de Cristo
  • Terça-feira Santa – representa as sete dores da Virgem Maria
  • Quarta-feira Santa – representa o encontro de Nossa Senhora das Dores e Nosso Senhor dos Passos e também o Ofício de Trevas
  • Quinta-feira Santa – representa os três gestos de Cristo na Última Ceia. Também é celebrado o Crisma e abençoado os óleos usados no Batismo
  • Sexta-feira Santa – representa a morte de Jesus, por isso, é chamada de Sexta-feira da Paixão
  • Sábado de Aleluia – representa a espera pela ressurreição. 
  • Domingo de Páscoa – representa a ressurreição de Jesus Cristo
  • Segunda-feira de Páscoa – comemorado apenas pelas igrejas orientais. Esse dia é feriado em alguns países como a França e do Reino Unido

Significado da Páscoa

Chamada também de Domingo da Ressurreição, a Páscoa é uma celebração cristã que tem como significado a ressurreição de Cristo. Então, para os cristãos, essa é uma das principais celebrações do ano, pois marca o renascimento para a vida eterna. 

Essa data tem tanta importância para as religiões cristãs devido ao significado que ela traz. Foi nesta data, segundo o Novo Testamento, que Jesus foi visto como o Filho de Deus. Para os cristãos, a morte de Jesus Cristo simboliza a penitência pelos pecados do mundo. Já na ressurreição, que é celebrada na Páscoa, a penitência de Cristo ganha um significado maior, pois ele vai morar ao lado de Deus. 

Quem comemora a Páscoa?

A celebração da Semana Santa e da Páscoa ocorre na maioria das religiões, embora essas comemoração tenham significados e nomes diferentes. Na maioria das religiões, esse período marca o retiro, a diminuição das atividades religiosas e a espera. Já na Páscoa, as religiões que não consideram a simbologia cristã veem essa data como o renascimento, a colheita e a comemoração.

Mesmo com nomes e símbolos diferentes, o período tem o mesmo significado para muitas religiões. Isso ocorre principalmente pela popularidade das religiões cristãs e influência das mesmas na criação de outras religiões. Veja a seguir como é a comemoração da Páscoa em diferentes religiões. 

  • Catolicismo – a Semana Santa e a Páscoa marcam os cristãos católicos como o período de renovação e libertação dos pecados
  • Protestantismo – existem diferentes significados entre os cristãos evangélicos, mas a maioria acredita que esse período deve ser dedicado ao estudo dos ensinamentos de Jesus de Nazaré, chamado de Messias
  • Judaísmo – os judeus comemoram a libertação do Egito na Páscoa e reafirmam o laço estabelecido com Deus

Há várias religiões que celebram a Semana Santa e a Páscoa ou têm seu próprio significado sobre o período. No entanto, algumas religiões simplesmente não dão significados ao período de Páscoa, como por exemplo, o Budismo, Islamismo, Hinduísmo.

Nesta lista não incluímos o Espiritismo, pois essa é uma religião que não comemora a Semana Santa ou a Páscoa. No entanto, os praticantes dessa religião entendem o período como uma renovação do espírito, ou seja, a evolução de cada um individualmente. 

Religiões de Matriz Africana e a Páscoa

Essa é uma dúvida muito comum, para quem ainda não conhece muito sobre as religiões de Matriz Africana. Embora exista sincretismo entre Entidades cultuadas nestas religiões com Santos vistos na Igreja Católica, as religiões de Matriz Africana não comemoram a Semana Santa e nem mesmo a Páscoa. 

Na verdade, religiões como Umbanda, Candomblé, Quibanda e muitas outras que possuem origem africana, não acreditam na Bíblia. Por isso, é fácil perceber que o significado da Semana Santa e da Páscoa não se aplicam à essas religiões. 

Mas devemos considerar que há um fator muito importante que é a mistura de culturas, tradições e crenças. Dessa forma, algumas dessas religiões sofreram muita influência cristã devido ao período da escravidão. Naquela época, os escravos tinham que esconder suas crenças aos Orixás, por isso, associavam eles aos Santos Cristãos. 

Então, além do sincretismo, as datas comemorativas da Igreja Católica também estavam presentes entre os escravos, que disfarçavam seus cultos às Entidades cultuadas nas religiões de matriz africana. Essa mistura de elementos acabou trazendo alguns significados para religiões como a Umbanda. 

Dessa forma, mesmo não havendo crenças e culto aos significados da Bíblia, como é o período da Páscoa, praticantes de religiões de matriz africana que sofreram essa influência dão um significado diferente para a Semana Santa e Páscoa. 

páscoa e semana santa todos de branco
Religiões de Matriz Africana vestem branco na Páscoa

Como as religiões de matriz africana entendem a Páscoa?

Não são todas, mas algumas religiões de Matriz Africana entendem esse período de reflexão.

Já no domingo que se comemora a Páscoa, nestas religiões são celebrados os Orixás com uma grande festa.

Mas é importante deixar claro que algumas empregam algum significado ao período, como mencionado, mas nenhuma delas consideram a simbologia empregada pelos cristãos. 

Páscoa e Semana Santa na Umbanda

De uma maneira geral, é um momento de reflexão com relação a si mesmo. Repensar atitudes, comportamentos e assim, se fortalecer para a evolução espiritual, sempre pensando no propósito da caridade.

Isso foi o que Oxalá, sincretizado em Jesus Cristo veio avisar.

Dessa forma, nesse período, os Umbandistas podem fazer suas oferendas não alimentando Oxalá, mas sim seus filhos que estão necessitados.

Páscoa e Semana Santa no Candomblé

No período de Quaresma, há a celebração ao Olorogún, onde os Orixás e Voduns entram em guerra contra o mal, para trazer o pão de cada dia para seus filhos.

De uma maneira geral, no Candomblé a Semana Santa está associada a Criação do Mundo.  Assim, todos devem vestir branco, principalmente na sexta-feira, por ser este o dia em que os Orixás descem do Orún para conhecerem a grande criação de Olorun.

Assim, as oferendas devem ser de cor branca, como alimentos, e oferecidos a Oxalá.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a relação das religiões de Matriz Africana com elementos culturais do cristianismo?

Aproveite para conhecer mais sobre essas religiões aqui no Espaço Recomeçar. Você também pode agendar sua Consulta Espiritual e receber orientações das Entidades de Luz. 

Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não chegou aqui por acaso!

Não saia sem antes falar com a gente.
Pare de sofrer por amor, nós podemos te ajudar!

Send this to a friend