Pare de sofrer por amor, nós podemos te ajudar!

O que é Umbanda? Saiba tudo sobre essa religião afro-brasileira!

A mistura de religiões cristãs e africanas é a maior definição do que é Umbanda! Venha conhecer as características dessa religião.

Criada no início do século XX, a Umbanda é uma religião afro-brasileira que teve como base para sua criação religiões como Catolicismo, Candomblé e Espiritismo. Dessa forma, a partir da mistura, surgiu a religião brasileira que é cultuada por muitas pessoas em todo o país. 

Na Umbanda, os adeptos cultuam os Orixás africanos, os Santos do Catolicismo e até mesmo os Espíritos que são de origem indígena. Mesmo com essa mistura de crenças, a Umbanda é uma religião do tipo monoteísta, sendo assim, acredita em apenas um Deus.

Assim como outras religiões, a Umbanda possui várias peculiaridades e abordaremos várias delas a seguir!

umbanda culto
Umbanda: uma religião afro-brasileira

O que é Umbanda?

Primeiramente, é importante ressaltar que a Umbanda é religião monoteísta que tem elementos culturais brasileiros e africanos. Fundada em 1908 por Zélio Fernandino de Moraes, que agregou características de outras religiões como o Candomblé, Espiritismo e Catolicismo, como falamos anteriormente.

Essa mistura de elementos trouxe para a Umbanda a crença em Orixás, Espíritos e até mesmo em Santos. Dessa forma, todas essas Entidades são cultuadas nessa religião brasileira. 

O termo Umbanda escolhido pelo seu fundador se refere ao vocabulário quimbundo da Angola e significa “arte de curar”. Há quem diga que essa religião foi criada exatamente no dia 15 de novembro de 1908. Na história dessa religião, Zélio Fernandino de Moraes foi incorporado pelo Caboclo das Sete Encruzilhadas que o instruiu a criá-la. 

Toda essa crença foi iniciada no município de São Gonçalo, no Rio de Janeiro. Mas em pouco tempo a religião se espalhou pelo Brasil inteiro, chegando até mesmo em outros países que compõe a América Latina. 

Qual é a diferença entre Umbanda e Candomblé?

Ambas as religiões possuem influência africana e são consideradas afro-brasileiras. Porém, as diferenças entre elas começam que a Umbanda foi criada no Brasil, enquanto o Candomblé teve origem na África. A história diz que o Candomblé chegou ao Brasil através dos escravos e que foi criado no final do século XVI. 

Os Orixás, que são Entidades presentes nas duas religiões, são vistos de formas diferentes entre elas! No Candomblé, os Orixás são Deuses da natureza, enquanto na Umbanda essas mesmas Entidades são vistas como um mistério de Deus.

Outra Entidade que também aparece nas histórias de ambas as religiões são os Espíritos. Na Umbanda, há o conceito do Espiritismo agregado, por isso, há a crença de Reencarnação, Trabalhos Espirituais, incorporação de médium, entre outros conceitos de espiritualidade. Já no Candomblé o espírito encarnado é chamado de Egun, um tipo de alma penada. 

A forma como as religiões recebem a assistência espiritual também se difere entre as duas religiões. A Consulta ao Jogo de Búzios é mais comum no Candomblé e a Limpeza Espiritual ou benção é mais comum na Umbanda, por exemplo.

Há ainda a questão do abate de animais. A Umbanda não possui práticas religiosas com o abate de animais, já o Candomblé possui o sacrifício animal que é realizado em determinadas comemorações, por exemplo.

umabnda pessoas comemoração
Diferenças entre Umbanda e Candomblé podem ser percebidas nas comemorações

Características da religião

Há inúmeras características que tornam essa religião interessante. A mistura de religiões, crenças e Entidades fazem dessa religião um portal de curiosidades, mistérios e encantos. Veja a seguir algumas das principais características!

Hino da Umbanda

Chamado de “Refletiu a Luz Divina”, o hino dessa religião é uma composição escrita por José Manoel Alves. Musicada posteriormente por Dalmo da Trindade Reis, a canção foi tocada em 1961 através do 2º Congresso Nacional de Umbanda. Logo a música foi reconhecida oficialmente como o hino que reflete a essa religião. 

hino da umbanda escrito
Hino da Umbanda

Entidades presentes nessa religião

A agregação de Santos, Espíritos e Orixás trouxe para a Umbanda uma grande quantidade de Entidades. Veja a seguir um resumo sobre essas Entidades!

  • Orixás: são Entidades misteriosas que representam elementos da natureza. Nesta religião, os Orixás cultuados são Oxalá, Iemanjá, Xangô, Ogum, Oxum, Oxossi, Omulú, Iansã e Nanã.
  • Caboclos: são Espíritos Indígenas que ajudam pessoas na Terra com problemas de saúde, por exemplo.
  • Baianos: são Espíritos que literalmente viveram na Bahia e que por opção escolheram ajudar e serem guiados em diferentes Trabalhos Espirituais.
  • Preto velho: são Espíritos de pessoas que viveram no Brasil como escravos. Devido ao grande sofrimento em vida, esses Seres Iluminados se tornaram Espíritos muito evoluídos, por isso, dão conselhos e orientam àqueles que precisam. 
  • Erês: são Espíritos de crianças, associados a brincadeiras e risos. Eles são encarregados de consolar os aflitos e cometem travessuras ocasionalmente. 
  • Marinheiros: são Espíritos que trabalham com Limpezas e são associados a verdade. Algumas linhas dessa religião não consideram esses Seres, enquanto outras regiões do país acreditam que os Marinheiros foram pessoas que sofreram em vida e que acumularam grande conhecimento da Terra. 
  • Maria Padilha: é o Espírito de uma cafetina e prostituta de luxo. Esta é uma pomba gira que auxilia as mulheres de uma maneira geral, mas principalmente, as com depressão ou outros problemas amorosos e pessoais.
  • Zé Pilintra: é o Espírito de um trapaceiro e ladrão que vivia em um ambiente de malandragem. Após desencarnar, ele se tornou um guardião das mulheres maltratadas, viciadas, esquecidas e prostitutas.

Existem outras Entidades que também são consideradas pela Umbanda, como por exemplo, o Pena Branca, mas essas são as principais. Em todos os casos, na Umbanda as Entidades se comunicam através dos médiuns que incorporam esses Espíritos. 

Terreiro de Umbanda

O Terreiro de Umbanda é um espaço dedicado ao culto da Umbanda. O termo terreiro vem da palavra terra, e tem como significado uma área de terra batida. Antigamente, a religião era cultuada em quintais onde havia esse tipo de espaço, por isso, o termo ficou popular para definir o local onde se cultua a Umbanda. 

Também chamado de Casa de Umbanda, os terreiros ficam localizados em centros urbanos ou em cidades do interior. Assim, atualmente, é possível encontrar essas casas espirituais em diferentes localizações. 

Já o tamanho do terreiro varia muito, dependendo da quantidade de médiuns. Dessa maneira, há alguns terreiros que comportam até mesmo 50 médiuns, sem contar as pessoas que procuram aquele espaço para Consultas. Além disso, é importante ressaltar que todos os gastos com as cerimônias, terreiros e tudo mais são divididos entre os Filhos de Santo. 

Quer saber mais sobre a Umbanda, Orixás e muito mais? Veja outros artigos aqui no Espaço Recomeçar.

Aproveite para agendar sua Consulta Espiritual!

Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não chegou aqui por acaso!

Não saia sem antes falar com a gente.
Pare de sofrer por amor, nós podemos te ajudar!

Send this to a friend