Será que o casal tem que ter privacidade no celular?

O celular é um instrumento que permite a comunicação, o entretenimento, o trabalho e o acesso à informação, e por isso, deve ser respeitado como uma extensão da pessoa. Portanto, o casal tem que ter privacidade no celular, pois a privacidade é um direito fundamental de todo ser humano.

Isso não muda quando se está em um relacionamento amoroso. Cada pessoa tem sua própria individualidade, seus próprios interesses, seus próprios amigos e sua própria vida.

Se você está passando por essa dificuldade no seu relacionamento, saiba que Maicon Paiva pode te ajudar a superar esse problema. Entenda mais sobre o assunto a seguir!

a falta de privacidade acaba com o relacionamento
Entenda porque a falta de privacidade acaba com o relacionamento!

A importância da privacidade do casal

A privacidade do casal é importante por vários motivos

  1. Preserva a confiança, a intimidade e o respeito entre os parceiros
  2. Permite que cada um tenha seu próprio espaço, sua própria liberdade e sua própria autonomia;
  3. Evita conflitos, brigas e desgastes na relação; 
  4. Estimula a criatividade, a surpresa e a diversão no relacionamento;
  5. Favorece o crescimento pessoal e profissional de cada um.

A verdade é que a privacidade possui uma importância enorme para o relacionamento amoroso e para a vida de cada pessoa. Violar a privacidade do outro ou deixar que a sua privacidade seja violada é um grande erro que se tornará um problema no relacionamento.

Existe privacidade no casamento?

O casal deve ter privacidade no celular?

Como já foi dito, o casal deve ter privacidade no celular, pois isso é um sinal de amor, de confiança e de respeito. Aqui estão cinco razões pelas quais a privacidade é necessária:

1. Protege a identidade, a dignidade e a reputação

Ninguém gosta de ter seus dados, suas mensagens, suas fotos, seus vídeos e seus aplicativos expostos ou violados por outra pessoa, mesmo que seja o seu parceiro ou parceira. Isso pode causar constrangimento, vergonha, medo e até mesmo danos morais ou materiais.

2. Respeita a individualidade, a personalidade e a diversidade

Cada pessoa tem seu próprio jeito de ser, de pensar, de sentir e de se expressar. O celular é um meio que reflete essas características, e por isso, deve ser aceito e valorizado pelo outro. Não se deve julgar, criticar, controlar ou invadir o celular do parceiro ou parceira, pois isso pode gerar conflitos, ressentimentos, frustrações e até mesmo afastamento.

3. Fortalece a confiança, a fidelidade e a lealdade

A confiança é a base de qualquer relacionamento, e ela se constrói com atitudes, com palavras e com gestos. Não se deve duvidar, desconfiar, suspeitar ou espionar o celular do parceiro ou parceira, pois isso pode abalar, enfraquecer ou destruir a confiança. Se houver algum problema, alguma dúvida ou alguma insegurança, o melhor é conversar, esclarecer e resolver com honestidade, com transparência e com diálogo.

4. Mantém a intimidade, a cumplicidade e a harmonia 

A intimidade é um dos pilares de um relacionamento, e ela se manifesta com carinho, com afeto e com atenção. Não se deve ignorar, desprezar, desvalorizar ou interferir no celular do parceiro ou parceira, pois isso pode diminuir, prejudicar ou comprometer a intimidade. Se houver algum interesse, alguma curiosidade ou alguma vontade, o melhor é compartilhar, perguntar e participar com consentimento, com respeito e com cuidado.

5. Incentiva a independência, a autonomia e a liberdade

Cada pessoa tem seu próprio ritmo, seu próprio tempo e sua própria vontade. O celular é um recurso que facilita essas necessidades, e por isso, deve ser apoiado e incentivado pelo outro. Não se deve cobrar, exigir, limitar ou proibir o celular do parceiro ou parceira, pois isso pode sufocar, restringir ou aprisionar a relação. Se houver algum desejo, alguma necessidade ou alguma preferência, o melhor é negociar, combinar e respeitar com flexibilidade, com equilíbrio e com bom senso.

As redes sociais estão afetando o meu casamento, e agora?

Como lidar com parentes que atrapalham o casamento?

Os parentes são parte da família e devem ser tratados com amor, com carinho e com gratidão. No entanto, às vezes, eles podem se intrometer, se envolver ou se meter na vida do casal, o que pode atrapalhar, incomodar ou perturbar o casamento. Veja essas dicas para lidar com essa situação:

  • Estabeleça limites, regras e acordos com o seu parceiro ou parceira sobre o que pode e o que não pode ser compartilhado com os parentes;
  • Fale com os parentes de forma educada, cordial e gentil, mas também assertiva, objetiva e sincera;
  • Evite conflitos, brigas e discussões com os parentes, mas também não se cale, não se omita e não se submeta;
  • Busque o equilíbrio, a harmonia e a paz entre o casal e os parentes.

Evitar conflitos e problemas maiores é sempre a prioridade quando se tem uma situação em que familiares estão atrapalhando o casamento. Mas é importante não deixar essa situação continuar acontecendo sem tomar uma atitude

Quando saber a hora de desistir de um relacionamento?

Como a falta de privacidade em casa afeta a relação?

A falta de privacidade em casa pode afetar a relação de várias formas negativas, sendo algumas delas:

  • Diminui a qualidade, a frequência e a intensidade do sexo;
  • Aumenta o estresse, a tensão e a irritação;
  • Reduz a comunicação, o diálogo e a compreensão.

Há muitos problemas em não ter privacidade no relacionamento, principalmente estando dentro de casa. Por isso, o casal que passa por essa situação deve recorrer a outras formas de ter privacidade a dois e viver momentos de casal, para que a intimidade física e emocional não seja perdida.

A falta de privacidade acaba com o relacionamento?

A falta de privacidade pode acabar com o relacionamento, se não for tratada, enfrentada e superada pelo casal. A privacidade é um dos elementos essenciais para um relacionamento saudável, feliz e duradouro, pois ela preserva, protege e fortalece o vínculo entre os parceiros. Se o casal não tem privacidade, isso pode causar vários problemas, como:

  • Perda da confiança, da intimidade e do respeito;
  • Perda da individualidade, da personalidade e da diversidade.;
  • Perda da criatividade, da surpresa e da diversão.

Portanto, a falta de privacidade pode acabar com o relacionamento, se o casal não buscar, não conquistar e não garantir a sua privacidade. A privacidade é um direito, um dever e uma necessidade de todo casal, pois ela beneficia, melhora e enriquece a relação. Se o casal tem privacidade, isso pode fazer com que eles se sintam amados, confiantes e respeitados pelo outro, e isso pode fortalecer, nutrir e preservar o amor.

Agora que você já sabe que a invasão de privacidade, incluindo aquela olhada rápida nas redes sociais e no celular do outro, é algo errado, saiba que há outras formas de garantir que seu parceiro ou parceira seja fiel a você.

Os Trabalhos Espirituais são feitiços poderosos que podem te ajudar a manter a pessoa amada apaixonada e interessada apenas por você. Para saber qual é a solução ideal no seu caso, entre em contato pelo WhatsApp e agende a sua Consulta Espiritual.

Veja mais artigos aqui no blog. Siga nosso Instagram, curta o Facebook, se inscreva no canal no YouTube e ouça nossos podcasts

2.6/5 - (5 votes)
logo recomecar azul 2tgRFQ 3242863

O Espaço Recomeçar é uma Casa de Apoio Espiritual fundada em 2002 e localizada em São Paulo.
Nossa missão é levar felicidade e paz de espírito a nossos clientes. Aqui, você conseguirá encontrar o sonhado equilíbrio pessoal e ser feliz no AMOR!

logo recomecar

Você não chegou aqui por acaso!

Não saia sem antes falar com a gente.
Pare de sofrer por amor, nós podemos te ajudar!

Maicon ads 1500x1300 1 1024x887 1