Pare de sofrer por amor, nós podemos te ajudar!

Relacionamento abusivo: 20 sinais desse tipo de relação!

Muitas pessoas estão vivendo um relacionamento abusivo, sem saber que as situações que “aceita” na relação não são saudáveis e estão fora da normalidade. É por isso que hoje em dia há uma grande discussão sobre o assunto que tem como objetivo informar, conscientizar e estimular que essas pessoas deixem de viver essas situações. 

relacionamento abusivo: aprenda a identificar e se livrar
Entenda o que é um relacionamento abusivo e saiba identificar se você vive em um

Portanto, se você está infeliz com seu relacionamento ou mesmo desconfia de que está vivendo um relacionamento abusivo, veja a seguir o que é relacionamento abusivo, como identificar, quais são os sinais e como se livrar dessa relação.

O que é um relacionamento abusivo?

Relacionamento abusivo é caracterizado quando há algum tipo de violência na relação, seja ela verbal, física, emocional, sexual, psicológica, financeira e até mesmo tecnológica. Se houver ao menos um desses tipos de violência, já há a prática abusiva.

Contudo, a identificação desse grande problema ocorre por uma análise dos ciclos de agressão, frequência dos abusos, sofrimento causado na vítima e escalonamento da violência. 

Ou seja, uma série de itens relacionados que precisam ser estudados – o Ser Humano precisa ser estudado sempre – discutidos e compartilhados, pois a informação é a melhor forma de evitar e acabar com essas violências. 

Em um relacionamento abusivo, a maioria das vítimas são mulheres e mais da metade dos agressores são homens. Contudo, também devemos considerar que existem homens que sofrem em um relacionamento abusivo.

Geralmente, a violência começa com a verbalização, controle tecnológico e financeiro, indo até mesmo para a agressão psicológica, emocional, verbal e sexual.

Basicamente, um relacionamento abusivo tem uma pessoa que se posiciona com grande poder em relação ao outro, independente se é homem ou mulher. Na maioria das vezes, as vítimas começam a desenvolver confusão mental, ansiedade, dúvidas, insegurança e ficam com aquela esperança de que o parceiro ou parceira irá mudar. 

Relação abusiva x amor

Quando em uma relação abusiva, o agressor justifica suas ações dizendo ser por amor, enquanto a vítima aceita as violências acreditando que o parceiro irá mudar e que o amor prevalecerá, esse é um cenário onde os dois precisam de ajuda. 

Contudo, há um grande equívoco nesse tipo de relacionamento que é a confusão mental de ambas as partes. Quem domina, na maioria das vezes, acredita realmente que pode exercer seu domínio no outro. Já o oprimido, na maioria das vezes, se sente confuso quanto ao relacionamento, parceiro e toda a sua vida. 

De qualquer forma, saiba que quando alguém justifica uma violência seja ela qual for dizendo ser por amor, na verdade, nunca é por amor! 

Como saber se estou em um relacionamento abusivo?

Os sinais às vezes é confundido com momentos de histeria que o casal pode viver por infinitas situações. Mas na maioria das vezes, os sinais passam despercebidos e quem está vivendo esse tipo de relacionamento se sente mal, sem saber o que está acontecendo. 

Portanto, para saber se você está em um relacionamento abusivo, é importante analisar sua relação em diversos aspectos. Os indícios mais comuns são:

  • Você passa a viver em função do outro, se moldando aos gostos, desejos e exigências do parceiro para evitar discussões, agressões e outros problemas.
  • O parceiro se torna o centro da sua vida, nada é mais importante que o outro e você deixa coisas que também ama de lado, como o trabalho, amizade e a família. 
  • Há momentos bons e ruins, nem sempre é só agressão ou violência. E quase sempre, esses momentos bons de certa forma tentam compensar os ruins.
  • Sempre há uma promessa de mudança, de se controlar e de que os abusos irão parar e você se convence de que isso realmente irá acontecer.
  • Você teve uma perda de identidade, pois começou a ceder coisas que ama para agradar o parceiro, como não cortar o cabelo, usar as roupas que ele quer, entre outras.
  • Durante uma briga, você se sente humilhado, xingado e até mesmo sofre abuso sexual ou físico.
  • Existe um ciclo característico onde você começa a ceder, ocorre a violência e depois há a promessa de mudança. Esse ciclo tende a se repetir constantemente em sua vida.

Como identificar uma relação abusiva? – 20 sinais desse tipo de relação

Embora pareça simples, é importante saber como reconhecer um relacionamento abusivo, considerando que algumas situações podem parecer comuns a um relacionamento saudável. Por isso, reunimos alguns sinais de relacionamento abusivo que você deve observar.

  1. Você é humilhado pelo parceiro ou fica em situações embaraçosas com frequência.
  2. Ele ou ela coloca você para baixo com frequência, rebaixando você e te colocando como inferior.
  3. Ele ou ela te critica o tempo todo.
  4. Não há conversa, a pessoa sempre se recusa a resolver os problemas da relação.
  5. Você é ignorado ou excluído constantemente pelo parceiro, principalmente para gerar instabilidade.
  6. O parceiro têm casos extraconjugais.
  7. Ele ou ela faz de tudo para te provocar, inclusive flertando e dando em cima de outras pessoas na sua frente.
  8. Ele ou ela é desagradável e sarcástico o tempo todo.
  9. Você sente que o outro inveja você e que suas conquistas são diminuídas.
  10. Ele ou ela vive de mau-humor, ainda mais se vocês estiverem sozinhos em casa.
  11. Você sofre bullying do parceiro e é alvo de piadas dele ou dela o tempo todo.
  12. Ele ou ela diz: “eu te amo, mas”.
  13. Ele ou ela diz coisas como: “se você não fizer ‘tal coisa’ eu vou ‘fazer isso ou aquilo'”.
  14. Você é controlado ou dominado constantemente pelo parceiro.
  15. Quase não há afeto na relação, você sente que o amor não existe mais.
  16. Você é sempre culpado de tudo.
  17. Ele ou ela te isola de todos, incluindo amigos, familiares e até mesmo do ambiente de trabalho.
  18. Ele ou ela controla o dinheiro e você depende da pessoa financeiramente.
  19. A pessoa já ameaçou cometer suicídio, caso você termine a relação.
  20. Ele ou ela te controla o tempo todo, quer saber onde está, quando irá voltar, manda mensagens, liga e não confia em você. 

Esses são apenas alguns dos principais sinais de um relacionamento abusivo. No entanto, não significa que você precisa se enquadrar em vários sinais para estar vivendo uma relação como essa. 

Como sair de um relacionamento abusivo?

Dificilmente quem está sofrendo um relacionamento abusivo conseguirá sair da relação sem intervenção social. A pessoa que está vivendo uma situação como essa se sente culpada, com medo e insegura para sair do relacionamento. Sendo assim, se você está passando por essa situação e quer saber como se livrar de um relacionamento abusivo, veja o que você pode fazer. 

  • Reconheça a situação: primeiro você deve reconhecer e aceitar que está vivendo uma relação abusiva. Sabendo disso, você perceberá que não deve aceitar esses comportamentos e viver nessa situação.
  • Converse com alguém confiável e próximo a você: antes de qualquer decisão, converse com alguém que você confia e que seja próximo a você, como mãe, pai, irmão ou irmã. Você também pode conversar com um terapeuta ou psicólogo. A Psicologia é uma grande aliada.
  • Peça ajuda: caso se sinta ameaçada ou ameaçado, ligue para centrais de ajuda como a Central de Atendimento à Mulher (180) ou vá até uma Delegacia da Mulher. Se você for homem, pode registrar um Boletim de Ocorrência alegando a agressão ou ameaça.
  • Tenha cuidado: ao tomar sua decisão, não fique dizendo “vou deixar você”, “vou terminar” e coisas do tipo. O outro pode se sentir ameaçado e isso poderá gerar situações ainda piores.
  • Cuide de si: você precisa saber que as ofensas e humilhações que presenciou ao longo desse relacionamento não dizem nada sobre você. Fique ao lado de quem te valoriza, foque em suas qualidades e reconheça seu valor.
  • Termine a relação: por fim, não há como se livrar de um relacionamento abusivo se não for terminando a relação. Não caia na conversa de que a pessoa irá mudar e as coisas irão melhorar. Esse ciclo é infinito e não leva a lugar nenhum. Vai ser difícil no início, mas você irá se libertar de algo que não está te fazendo bem.

Como terminar um relacionamento abusivo?

Não é simples, porém é necessário. Portanto, terminar um relacionamento abusivo é um processo que vai desde o reconhecimento da relação abusiva até o fim do namoro, noivado ou casamento. Para passar por todo esse processo, é recomendado que você tenha o apoio de pessoas queridas, fortaleça sua auto-estima, preze pela sua segurança e dê um basta em tudo isso. 

Como superar um relacionamento abusivo?

Quem já viveu uma situação como essa sabe o quanto é difícil reconhecer e acabar com um relacionamento abusivo. Contudo, ainda resta o trauma de quem passou por essa situação e agora não consegue mais se relacionar com outra pessoa. 

Se esse é o seu problema e você quer saber como superar um relacionamento abusivo, saiba que o primeiro passo é acreditar em si mesmo, estar ao lado de pessoas que te valorizam e conquistar sua autoestima perdida. Mas se está muito difícil para você, faça terapia, peça ajuda, não deixe que esse trauma tire a sua alegria de viver. 

Aqui no Espaço Recomeçar você pode realizar a Consulta Espiritual para ter maior entendimento da situação e até mesmo fazer uma Limpeza Espiritual para se livrar de toda energia negativa acumulada ao longo do tempo. Isso poderá te trazer mais paz de espírito, equilíbrio energético e atrairá energias positivas para você.

Lembre-se: você pode denunciar um relacionamento abusivo através da Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, basta ligar no “180”. Este é um serviço do Governo Federal gratuito e confidencial que preserva o anonimato.

Neste artigo, enfatizamos a ajuda prestada às mulheres, pois são elas as principais vítimas de relacionamentos abusivos. Contudo, homens também podem acabar em um relacionamento abusivo e pedir ajuda para se livrar dessa relação também é importante.

Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não chegou aqui por acaso!

Não saia sem antes falar com a gente.
Pare de sofrer por amor, nós podemos te ajudar!

Send this to a friend